Home » Notícias » Mercado » Marcas goianas conquistam espaço fora do estado

Marcas goianas conquistam espaço fora do estado

por Elisa Tupiná em 28/11/2013

Nathalia Tolentino (6)

No último Fashion Rio, quatro marcas goianas se destacaram no Salão Bossa Nova de Moda e Negócios com a ajuda do SEBRAE/GO, que é parceiro do GOFASHION. O salão reuniu 200 expositores de 8 estados brasileiros diferentes, entre eles estavam as marcas goianas: Thaê, Bellavivasse, Foccato, de moda feminina e Nathalia Tolentino de bolsas e acessórios que além de participar desse evento no Fashion Rio foi a primeira marca goiana a participar da Loja Pop Up, na edição de inverno do SPFW que aconteceu agora no fim de outubro em São Paulo. Para entender um pouco mais sobre a participação das marcas goianas em mercados de outros estados, o GOFASHION conversou com Nathalia Tolentino, responsável pela marca que leva o seu nome, confira a entrevista abaixo:

Nathália Tolentino é goiana, designer, formada em design de interiores pela PUC-GO, pós-graduada em Design Fashion pelo Instituto Europeu de Design.

Como a marca Nathalia Tolentino surgiu? Conte um pouco sobre a marca.
Durante o curso surgiu o interesse pelo tecido de chita e daí surgiu a vontade de fazer bolsas deste tecido. No início as bolsas eram costuradas a mão e depois veio a necessidade de usar a máquina de costura. Foi então que, sentada no chão da sala da casa de minha avó materna eu cortava as bolsas sem o uso de molde e sem nunca ter aprendido a costurar, usei a máquina Singer dos anos 1930 com apenas algumas orientações da minha avó. Fiz uma carteira de mão pela primeira vez para um trabalho da faculdade, mas não ficou boa, tentei várias vezes até que fui num sapateiro conhecido da minha mãe o qual me deu as orientações necessárias de como fazer a tal carteira. Fiz várias carteiras de chita. Procurando outros tecidos, conheci a ráfia que hoje tornou-se o diferencial da marca. Acrescentei aos meus produtos o couro e sempre gostei do rústico.

Nathalia Tolentino (8)

A pouco mais de um ano montei a fábrica. Mas sou eu que pesquiso, crio e acompanho todo o desenvolvimento da peça piloto. Tenho uma equipe bastante empenhada no processo de produção. A produção ainda é pequena. Tudo aconteceu tão rápido e simultaneamente que não sei ao certo quando começou de fato a marca, mas faz pouco mais de oito anos que a brincadeira de fazer bolsas virou negócio.

Costumo tirar inspiração dos mais diversos campos de criatividade. As mulheres são a minha primeira fonte de inspiração. Toda mulher que tem senso de classe e elegância e sabe o valor de objetos artesanais e único, é uma inspiração para mim. Inspirei na elegância da minha avó.
O processo de produção dos produtos é um processo longo e eu tomo o cuidado para acompanhar de perto, porque quando chegamos ao produto final, ele deve ser impecável. Eu adoro a mistura dos materiais e cores, com ráfia combinada com couro, tonalidade clássicas alternando com cores.

Fazer o que ama! Essa é a receita exata usada por Nathalia Tolentino na criação de seus produtos, que são feitos com uma idealização equilibrada entre design clássico e moderno, buscando sempre a perfeição e a consequente satisfação de suas clientes. Criada especialmente para você, os produtos oferecidos pela marca apresentam características de brasilidade definidas no couro e nas palhas, levando a valorização da moda artesanal.

Nathalia Tolentino (10)Como sua marca é vista fora do Estado?
Minha marca tem sido valorizada em regiões dentro e fora de Goiás, principalmente em Brasília refletindo num crescimento de vendas e uma enorme aceitação no âmbito da moda nacional.

Como Surgiu a oportunidade de participar do SPFW e do Fashion Rio?
A participação no São Paulo Fashion Week e no Salão Bossa Nova do Fashion Rio foi uma oportunidade incrível para a visibilidade da marca e poder divulgar a nova coleção. Foi uma surpresa ser a primeira marca goiana a expor meus produtos na loja POP UP do SPFW. Todas estas oportunidades surgiram através do apoio da equipe do SEBRAE- GO.

Como você vê o mercado goiano? Tem espaço para marcas goianas lá fora?
O mercado goiano ainda não tem a concepção em valorizar o produto nascido e desenvolvido na própria região.
Com bastante persistência e um bom produto, tem espaço sim fora do estado.

Na galeria abaixo você confere mais algumas bolsas da Nathalia Tolentino:

COnheça um pouco mais do trabalho da Nathalia Tolentino no FACEBOOK.

Share via email

Posts Relacionados

Deixe seu comentário