Made in Jataí

Read More

Confecções locais produzem até 50 mil peças por mês. Setor é responsável pelo faturamento de R$ 1,7 milhão. No sudoeste de Goiás, há 327 km de Goiânia, a cidade de Jataí se destaca na produção do jeans. De acordo com levantamento realizado pela Secretaria de Governo da cidade com as principais confecções locais, a produção mensal do município está calculada em 50 mil peças.

Conforme a coordenadora do Setor de Analise de Projetos da Secretaria, Maria Luíza Silva Lima, o faturamento das confecções destaque de Jataí supera R$ 1,7 milhão por mês. Juntas, as principais empresas do setor empregam, aproximadamente, 412 funcionários diretos.

De acordo, Maria Luíza, o setor de facções também é uma área forte da cidade, mas – na maioria das vezes -, de maneira informal. “Muitas de nossas facções fornecem para marcas de Goiânia, comenta.

Produção

De acordo com a Secretaria de Governo de Jataí, a produção local se concentra, basicamente, em seis grandes confecções da cidade. “Temos exemplo de empresa que confecciona sozinha 35 mil peças todos os meses”, diz a coordenadora.

Entre esses destaques, Maria Luiza aponta o projeto desenvolvido pela Prefeitura, a Colmeia Central. Ela conta que a iniciativa se trata de uma indústria coletiva, que emprega 60 funcionários ligados à área têxtil da cidade.

Por mês, o barracão é responsável pela produção de 8 mil peças.”

Conforme a coordenadora, os principais fornecedores têxteis da cidade estão concentrados nos Estados de Minas Gerais, Paraná e São Paulo.

Escoamento

Segundo a coordenadora, as confecções de Jataí enviam seus produtos para quase todo território brasileiro. Embora não exporte, a cidade comercializa suas peças com 21 Estados brasileiros, com exceção do Amazonas, Rio Grande do Sul e Santa Catarina. “Nossas vendas costumam ser relevantes para Porto Velho, em Rondônia.”

Sobre o escoamento da produção no Estado, Maria Luíza conta que é feita para a Capital e os municípios do entorno de Jataí. “Caiapônia, Mineiros, Rio Verde e Serranópolis são alguns de nossos focos de vendas”, diz.

Malharia
Outro ponto forte do município é o setor de malhas. A coordenadora explica que Jataí mantém uma produção considerável de uniformes profissionais, especialmente para o abastecimento da própria cidade.

“A venda de tecidos em Jataí ainda é algo forte para a economia local, principalmente porque o trabalho de costureiras autônomas é algo tradicional aqui”, comenta Maria Luíza. Por esse motivo, como conta Maria Luíza, a presença de distribuidores de tecidos é um ponto notável no comércio.

Fonte: GOFASHION

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *